À Volta do Mundo – Noruega

    À Volta do Mundo – Noruega

    Famosa pela simplicidade, que não significa falta de variedade, antes pelo contrário, a culinária tradicional da Noruega baseia-se nas matérias-primas que o país oferece, ou seja, na caça, na pesca e na pecuária. Em época de Natal, este país nórdico tem ainda algumas especialidades típicas da quadra que aqui realçamos.

    Cityscape of Trondheim, Norway - architecture background

    A “terra dos fiordes” como é conhecida, a Noruega ocupa grande parte da península escandinava. Fértil em recursos marítimos, fluviais e florestais, a sua culinária sempre se desenvolveu em torno destes polos, com os peixes e as carnes de caça a ocuparem um lugar de destaque. O salmão norueguês é famoso, fresco ou fumado, este último uma invenção nórdica que permitia conservar este delicioso peixe. Na verdade são inúmeras as formas de consumir o salmão fumado, desde sanduíches até saladas e simples canapés onde o pão de centeio, muito popular nesta região do planeta, é geralmente o preferido. Outros peixes de mar ou rio são também usados, entre eles o arenque e a cavala, sendo que são consumidos frescos, fumados, salgados ou em conserva. O bacalhau, famoso entre nós quando seco e especialmente reconhecido se a origem é norueguesa, é outra das espécies utilizadas na gastronomia deste país, sendo famosa uma especialidade, o lutefisk, servido no Natal e preparado de uma forma única no mundo, num processo que inclui soda cáustica.

    Quanto às carnes, destaca-se o lompe (uma simples salsicha enrolada em crepe feito com uma massa à base de batata), o ribbe (barriga de porco assada, geralmente acompanhada com legumes e um prato típico de Natal), o hakkasteik (picado de várias carnes como porco e borrego) e o fårikål (cozido de borrego e repolho que é considerado um dos pratos nacionais). A Noruega possui ainda um bom sortido de enchidos, entre eles o presunto de perna de cordeiro, que é usado, tal como os patés, o caviar e as compotas, numa imensidão de mattpakke, um tipo de petisco frio servido sobre pão e que costuma constituir o almoço das maioria das pessoas.

    Na doçaria, as bagas silvestres são obrigatórias em muitas sobremesas e também ao pequeno-almoço, combinadas com cereais. Outras receitas são o skolebrød (um tipo de pão doce), o bolo de maçã com compota e o kransekake que é o doce natalício por excelência na Noruega mas que se consome noutras ocasiões festivas como casamentos.

     

    Salmão fumado com pão de centeio

    Salmão fumado com fatias de pão de centeio escuro Ver receita

    Ribbe

    Ribbe

    Ver receita

    Kransekake

    Kransekake

    Ver receita