À Volta do Mundo – Senegal

    À Volta do Mundo – Senegal

    A culinária senegalesa tem muito de nativo, em particular no que diz respeito às tradições gastronómicas da denominada África negra muçulmana. O peixe, os legumes, o arroz e o cuscuz são ingredientes essenciais na cozinha deste país.

    The Mosque of Divinity
    Mesquita da Divindade, Dakar

    A gastronomia do Senegal pode caracterizar-se por um misto de sabores europeus e africanos, especialmente os de raiz muçulmana. A herança europeia veio naturalmente de França, antigo colonizador, mas os costumes da denominada África Negra são uma forte componente na culinária deste país. Com uma enorme tradição na pesca, o peixe e o marisco são alguns dos ingredientes mais habituais, nomeadamente em receitas de sabor picante, geralmente acompanhadas com legumes, como é o caso do Thieboudienne (Ceebu Jën, na língua nativa), considerado o prato nacional e que consiste em peixe recheado com legumes e acompanhado com outros como quiabos e beringela.

    Quanto às carnes, têm menos expressão do que o peixe, além de que a carne de porco não se utiliza visto tratar-se de um país muçulmano. De qualquer forma, o frango e o borrego são usados em várias especialidades, entre elas o Maafe, um simples guisado de frango com manteiga de amendoim, servido acompanhado com arroz branco. Aliás, acompanhamentos, para além dos legumes, o arroz e o cuscuz são quase obrigatórios. Refira-se que os amendoins do Senegal são considerados dos melhores do mundo e para além de comidos em todas as ocasiões, são também introduzidos em confeções diversas, inteiros ou em pasta.

    No que diz respeito às sobremesas, este país africano oferece algumas à base de frutas como a banana, mel, cereais, frutos secos e leite. Na verdade, existem várias sobremesas preparadas com leite, algumas versões de receitas de origem francesa.


    Thieboudienne

    Thieboudienne CHLM-4Ver receita


    Maafe

    Maafe CHLM-9Ver receita


    Thiacry

    Thiackry CHLM-12

    Ver receita