Que material escolher para cozinhar?

    Que material escolher para cozinhar?

    Os materiais a usar na cozinha são muito importantes. É preciso estar atento à sua constituição pois os minerais que compõem as panelas podem interagir com os alimentos.

     

    Pile of pots and pans against a white background

    Inox: obtido pela fusão do ferro, cromo e níquel, possibilita a migração destes minerais para os alimentos ainda que em quantidades diminutas. Distribui o calor igualmente. Não deve ser usada para guardar alimentos prontos nem para fritar. Antes de usar deve ser fervida com água por três ou quatro vezes.

    Ferro: estudos mostram que o mineral (ferro) presente nesta panela vai para o alimento e auxilia no combate da anemia. Quanto mais velha, maior a transmissão desse mineral. Reage com a acidez do alimento (tomate, legumes, feijões), liberando mais ferro para este tipo de alimento. Não guardar alimentos prontos, pois oxidam.

    Vidro: não transmite resíduos para os alimentos. Podem ser usadas tanto para cozinhar como para guardar alimentos confeccionados. Desvantagens: preço elevado, muito frágil, muito aderente.

    Teflon/ antiaderente: o teflon é considerado uma barreira para a passagem de metais prejudiciais à saúde. Como exige o uso de pouca gordura na preparação dos alimentos é uma vantagem nutricional. É aconselhável não utilizar agentes agressivos como facas ou esponjas de aço para lavar.

    Alumínio: a libertação deste mineral reage com o sal e os ácidos e podem provocar a libertação de substâncias tóxicas. Na limpeza não utilizar esponja de aço para não libertar o alumínio. Não se deve cozinhar alimentos ácidos (molho de tomate) nem muito básicos (doces) para evitar que o mineral entre na preparação. Não é aconselhável para guardar alimentos.

    Cobre: este mineral é transferido com muita facilidade para o alimento, provocando intoxicações, assim não é aconselhável o seu uso para cozinhar. Texto: Mónica Santo