Receitas com História – Cleópatra

    Receitas com História – Cleópatra

    cleopatra (Custom)Mesa de Rainha 

    Ficou na história como uma grande estratega e política. Subiu ao trono com 17 anos, foi Rainha do Egipto, mulher de grande poder, Cleópatra, definiu desde cedo a sua forma de governar.

    Com um gesto inusitado conquistou o Imperador romano, Júlio César. Sedutora e extremamente inteligente, engendrou um plano audaz que iria mudar o rumo dos acontecimentos: decidiu embrulhar-se num tapete que mandou entregar aos pés de Júlio César, como presente. Perante a surpresa de César, Cleópatra argumentou que tinha ouvido falar muito dele e por isso quis conhecê-lo de forma original. Foram amantes, Cleópatra viveu em Roma até ao seu assassinato. Retornou depois a Alexandria onde conheceu Marco António, de quem veio a ter três filhos.

    Para a época possuía uma cultura acima da média, falava fluentemente pelo menos seis línguas. Para manter-se jovem, entre os famosos banhos em leite de burra, mantinha uma alimentação cuidada. As receitas confeccionadas para si, eram feitas à base de óleo de oliva, azeitonas, frutas, verduras, ervas aromáticas, cereais e queijos brancos. Em todas as refeições egípcias era oferecida pelo menos uma sopa de favas (predileção nacional), cevada ou farro (planta herbácea assemelhada ao trigo).

    Uma das histórias mais famosas da sua impetuosidade e despesismo está relacionada com o primeiro banquete que ofereceu a Marco António e uma aposta que fez com ele. A Rainha do Egipto apostara que gastaria uma importância exorbitante no banquete. Depois de Marco António contestar o valor despendido, a Rainha tirou um brinco de pérola da orelha, colocou-o numa taça com vinagre de vinho que desfez de imediato a pérola. Era uma das pérolas mais valiosas do mundo.


    RECEITA – Pão com carne de vaca salteada e queijo de cabra

    Pao com Carne de Vaca Assada TC_004 (Custom)

    • 45 minutos
    • Fácil
    • Económico
    • 4 PESSOAS

    Ingredientes:

    • 400 g de carne do pojadoro
    • 150 g de queijo cabra
    • 50 g de tomates cereja
    • 1 cebola pequena
    • 3 colheres (sopa) de azeite
    • 1 ramo de alecrim
    • Sal e pimenta q.b.

    Para o pão:

    • 150 g de farinha
    • 2 colheres (sopa) de azeite
    • 1 dl de água
    • Farinha para polvilhar

    Pao com Carne de Vaca Assada TC_003 (Custom)Preparação:

    Faça o pão: numa tigela, amasse bem a farinha com a água e o azeite e deixe repousar durante cerca de 10 minutos. Estenda depois a massa polvilhando-a com farinha, corte-a em rodelas com 15 a 20 cm de diâmetro, disponha-as num tabuleiro polvilhado com farinha e leve ao forno pré-aquecido a 190ºC durante cerca de 10 minutos.

    Corte a carne em cubos pequenos. Leve uma frigideira ao lume com 2 colheres (sopa) do azeite e o alecrim, deixe aquecer, junte a carne e deixe saltear até ficar douradinha. Retire as rodelas de pão do forno, coloque a carne por cima e adicione o queijo de cabra desfeito grosseiramente.

    Descasque a cebola, corte-a em meias luas finas e espalhe sobre a carne. Junte os tomates cereja cortados em quartos, regue com o resto do azeite, tempere com sal e pimenta e sirva.


    RECEITAS – Quinoa com figos secos e molho de iogurte e mel

    Quinoa com Figos Secos TC_004 (Custom)

    • 25 minutos
    • Fácil
    • Económico
    • 4 PESSOAS

    Ingredientes:

    • 200 g de quinoa
    • 100 g de figos secos
    • 1 iogurte natural
    • 3 colheres (sopa) de mel
    • 1 ramo de hortelã

    Quinoa com Figos Secos TC_001 (Custom)Preparação:

    Coza a quinoa em cerca de 4 dl de água até a água evaporar quase toda. Depois escorra, passe por água fria e deixe escorrer muito bem.

    Corte os figos secos em pedaços pequenos e misture-os com a quinoa.

    À parte, misture o iogurte com o mel e a hortelã picada, regue a quinoa e sirva. 

    Sugere quem sabe

    Utilizavam-se muitos cereais no Antigo Egipto, especialmente cevada e outros cujas variedades foram sendo melhoradas e actualmente não existem. Nesta receita, recuperamos um grão milenar, oriundo da América do Sul, mas que representa bem a rusticidade dos alimentos da ápoca feitos com cereais.