Receitas com História – Eça de Queiroz

    Receitas com História – Eça de Queiroz

     

    O bacalhau em Paris

    Nascido em pleno século XIX na Póvoa do Varzim, foi desde muito cedo, um homem do mundo. Fez das letras o seu universo e criou uma constelação de obras literárias imortais. Eça de Queiroz foi criado pelos avós paternos, longe dos pais, mas sempre foi uma criança criativa. Statue Ese Maria de Eca de Queiroz in Lisbon, PortugalEstudou Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, fez carreira diplomática em Havana, Bristol e Paris e foi nesta última cidade que casou e morreu. Grande parte da sua obra literária foi escrita em Paris e a sociedade da altura serviu-lhe de inspiração para muitos dos seus romances. Sendo um “bom vivant”, gostava de participar em diversas tertúlias e era nesses espaços de reflexão e aprendizagem que cultivava o prazer da mesa. Tinha fama de ser um gastrólogo e um apreciador gourmet bastante requintado. Bacalhau era um ingrediente do seu apreço, nas suas mais variadas formas, mas bacalhau com batatas a murro faziam as delícias de Eça. O escritor gostava de saborear este prato com um bom vinho Pera Manca. Por gostar de ficar horas a conversar à mesa, usava muitas vezes cenários inspirados nas suas vivências para ilustrar as cenas dos seus romances. No romance, “O Crime do Padre Amaro”, o famoso jantar todo cozinhado pelo abade de Cortegaça, é exemplo disso. Ou em “Os Maias”, na cena em que o personagem João da Ega adiou o jantar no Hotel Central, para convertê-lo numa festa de cerimónia em honra de Cohen.

     

     

    Bacalhau assado com batatinhas a murroBacalhau Assado no Forno com Batatinhas a Murro TC-3 (Large)

    1 hora | Fácil | Médio | 4 PESSOAS

    INGREDIENTES:

    4 postas de bacalhau demolhadas

    400 g de batatinhas novas

    1 cebola

    4 dentes de alho

    1 dl de azeite

    Sal e pimenta q.b.

    PREPARAÇÃO:

    Lave as batatas com a pele, coloque-as num tabuleiro, tempere-as com 2 dentes de alho esmagados e um fio do azeite e leve ao forno pré-aquecido a 170ºC até ficarem assadas.

    Descasque a cebola e os restantes alhos, pique grosseiramente a cebola e finamente os alhos. Bacalhau Assado no Forno com Batatinhas a Murro TC-2 (Large)Coloque as postas de bacalhau num pirex, tempere com pimenta, junte a cebola e o alho por cima e à volta do bacalhau, regue com o restante azeite e leve ao forno a 170ºC apenas cerca de 12 minutos.

    Retire as batatas, pressione-as um pouco para abrirem, coloque-as à volta do bacalhau e leve novamente ao forno mais 10 minutos. Retire, rectifique os temperos e sirva.

     

     

     

    Maçãs assadas com calda de vinho tinto, mel e canelaMacas Assadas com Calda de Vinho Tinto Mel e Canela TC-2 (Large)

    40 minutos | Fácil | Económico | 4 PESSOAS

    INGREDIENTES:

    4 maçãs

    80 g de açúcar amarelo

    1,5 dl de vinho tinto

    2 colheres (sopa) de mel

    1 pau de canela

    PREPARAÇÃO:

    Lave as maçãs, descaroce-as com o descaroçador e coloque-as num tabuleiro. Polvilhe com o açúcar amarelo, junte 4 colheres (sopa) do vinho no fundo do tabuleiro e leve ao forno pré-aquecido a 170ºC durante cerca de 25 minutos.

    Entretanto, deite o restante vinho tinto, o mel e o pau de canela para um tacho, mexa e leve ao lume brando até reduzir para cerca de 1/3.

    Retire as maçãs do forno, deixe-as amornar e sirva-as regadas com a calda de vinho tinto.