Receitas com História – Henrique III de França

    Receitas com História – Henrique III de França

    O bolo do Rei

    Perde-se na memória dos tempos a origem do Bolo-rei, mas reza a história que algures em Belém se fez bolo rico para celebrar a chegada dos reis Magos. O bolo do dia dos reis, em forma de coroa, decorada com frutas cristalizadas e açúcar, era um símbolo das oferendas ao menino Jesus. A introdução da fava (anulada por normas de segurança) já se usava na época do Império Romano na altura do Solstício de Inverno. Com este símbolo, celebrava-se a abundância e clama-se para que o Sol voltasse ao céu. Nas festas em honras de Saturno, servos e escravos trocavam de lugar com os seus senhores. Um deles era designado rei da festa ou escolhido através de voto. Durante essa semana, as classes sociais eram abolidas e eram os senhores que serviam os seus súbditos.henrique III

    Mas foi na corte de Henrique III de França, no século XVI que este bolo se tornou muito apreciado. Algumas crónicas de época dizem que este bolo fazia as delícias do rei. Na altura chamava-se “galette du Rois” e era um pastel de massa folhada com creme de amêndoas e ovo. O bolo simbolizava a partilha entre todos. Com a revolução francesa, o nome mudou para gâteau des sans-culottes (bolo dos pobres), para evitar a alusão à monarquia. Em Portugal, o bolo-rei também passou pela mesma vicissitude quando em 1910 se deu a transição de regime político através da Implantação da República. Durante este período o bolo passou a ser chamado de “bolo-república”, mas a nova designação não pegou. Percursos e tradições que definem a gastronomia no decorrer dos tempos.

    Fonte: “Os Mistérios do Abade de Priscos” de Fortunato da Câmara, da Esfera dos Livros

    Borrego Assado com Molho da Provenca TC_004

    Borrego assado com molho Provença

    6 PESSOAS

    1 perna de borrego com aprox. 1,200 kg

    1 kg de batatas pequenas

    4 dentes de alho

    4 dl de vinho branco

    1 dl de azeite

    2 colheres (sopa) de mostarda

    1 colher (sobremesa) de ervas da provença

    1 colher (chá) de pimentão-doce

    1 cubo de caldo de carne

    Sal e pimenta q.b.

    Borrego Assado com Molho da Provenca TC_001Arranje a perna de borrego, coloque-a num recipiente e tempere-a com os dentes de alho picados finamente, as ervas da provença, o vinho branco, o caldo de carne desfeito, a mostarda, o pimentão-doce, sal e pimenta. Envolva bem e deixe marinar no frio de um dia para o outro.

    No dia, coloque a perna de borrego num tabuleiro, regue-a com a marinada e com o azeite e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 20 minutos, regando de vez em quando com o próprio molho.

    Descasque e lave as batatinhas, junte-as ao tabuleiro, regue com um pouco de água se necessário e deixe no forno mais 40 minutos, virando a carne de vez em quando. Retire do forno e sirva decorado a gosto. Pode polvilhar com mais ervas.

    Galette du Rois TC_004

    Galette du rois

    6 PESSOAS

    500 g de massa folhada

    200 g de açúcar

    150 g de frutas cristalizadas

    50 g de farinha

    8 gemas

    5 dl de leite

    Gema batida para pincelar

    Farinha para polvilhar

    Açúcar em pó para polvilhar

    Galette du Rois TC_001Deite o leite num tacho, junte metade do açúcar, mexa, leve ao lume e deixe ferver. Numa tigela, misture o restante açúcar com a farinha e as gemas.

    Adicione depois o leite, em fio e mexendo sempre, verta novamente para o tacho e leve ao lume, mexendo continuamente até engrossar. Retire do lume, junte as frutas cristalizadas, mexa e deixe arrefecer.

    Estenda a massa folhada polvilhada com farinha, corte-a em duas rodelas e coloque uma das rodelas num tabuleiro. Disponha o creme por cima deixando um margem de massa, pincele essa margem com gema batida, coloque a outra rodela de massa por cima e pressione à volta para colar as duas massas, como vê na foto.

    Pincele por cima com o resto da gema batida e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC até que a massa fique folhada e douradinha. Retire do forno, descole com uma espátula, deixe arrefecer e sirva polvilhada com açúcar em pó.