pablo-picasso(Custom)Tela de sabores

Irreverente, ousado e imortal, viveu com a intensidade própria de um artista. Pablo Picasso, nasceu em 1881 e até à hora da sua morte, em 1973 foi pintor, escultor, ceramista, marcando para sempre o mundo das artes. A soma da sua obra, fez dele um dos artistas plásticos mais importantes do século XX.

Como bom espanhol, gostava de comer e beber. Adorava frutos do mar e carne de porco. Por ter gostos tão triviais, chegou a comentar que um dos seus casamentos teve um fim previsível, pois a sua mulher gostava de chá e caviar, e ele, de toucinho e feijão.

No seu livro, Picasso Bon Vivant, percebe-se que a culinária também era uma paixão sua. Através das páginas do livro e entre as 50 receitas que cozinhou e seleccionou, assume o prazer de estar com os outros.

Gostava essencialmente de cozinhar para a mulher, filhos e amigos. Os serões e tertúlias que dava na sua casa ainda hoje são famosos. E a lista de convidados ilustre é grande.

Uma vez, convidou o realizador italiano Frederico Fellini para jantar. Picasso preparou-lhe uma omeleta feita com doze ovos. Sempre com um ar distraído, de quem pensa na forma universal da vida, serviu Fellini e disse-lhe: ”coloque este guardanapo, nada de nódoas na roupa, desta vez”. Dizem que o realizador tinha o hábito de sujar a roupa.

Pablo, era assim, excêntrico sem filtro e sem pudores, dizia o que pensava, pintava o que sonhava.pablo-picasso-guernica


RECEITAS – Gambas flamejadas

Gambas Flamejadas (1) (Custom)

  • 30 minutos
  • Fácil
  • Médio
  • 4 PESSOAS

Ingredientes:

  • 20 gambas 30/40
  • 3 dentes de alho
  • 100 g de manteiga
  • 2 dl de azeite
  • 1 dl de brandy
  • 1 malagueta fresca
  • Sumo de limão q.b.
  • Coentros q.b.
  • Sal e pimenta q.b.

Gambas Flamejadas (7) (Custom)Preparação:

Descasque as gambas, deixando-lhes apenas a cabeça e a ponta da cauda. Descasque os dentes de alho e lamine-os.

Leve uma frigideira ao lume com o azeite e a manteiga, junte os alhos e deixe cozinhar ligeiramente o alho. Adicione as gambas e deixe-as saltear, mexendo, até ganharem cor. Junte então o brandy, incline a frigideira para pegar fogo e deixe flamejar até extinguir a chama.

Adicione a malagueta laminada e coentros picados, tempere com sal e pimenta, regue com um pouco de sumo de limão, retire do lume e sirva. Pode acompanhar com tostas ou pão torrado.


RECEITAS – Fabada asturiana 

Fabada Asturiana (10) (Custom)

  • 1 hora
  • Fácil
  • Económica
  • 6 PESSOAS

Ingredientes:

  • 700 g de feijão branco cozido
  • 300 g de chouriço de carne
  • 300 g de chouriço de sangue
  • 250 g de entremeada fresca
  • 250 g de entremeada fumada
  • 1 cebola grande
  • 3 dentes de alho
  • 2 dl de polpa de tomate
  • 3 dl de vinho tinto
  • 1 dl de azeite
  • 1 colher (chá) de colorau
  • Sal e pimenta q.b.

Fabada Asturiana (5) (Custom)Preparação:

Descasque e pique a cebola e os dentes de alho. Leve um tacho largo ao lume com o azeite, deixe aquecer, junte a cebola e os alhos e deixe refogar até ficar macio e sem deixar ganhar cor.

Adicione as entremeadas cortadas em pedaços e o chouriço de carne cortado em rodelas, junte também o vinho tinto, a polpa de tomate e o colorau, mexa e deixe cozinhar, em lume brando e acrescentando cerca de 3 dl de água aos poucos, até que as carnes fiquem macias.

Adicione o chouriço de sangue cortado em pedaços e o feijão branco cozido e deixe cozinhar em lume brando para apurar. Tempere com sal e pimenta, retire do lume e sirva, se quiser acompanhado com arroz branco.

Sugere quem sabe

Pode temperar com um pouco de piripiri.