Encostas com história

Cheiros e sabores combinam com Douro, com gastronomia, com rio, prazer, preguiça, vinho. Douro é tanta coisa que o melhor é conhecer.Douro (Medium)

Rota de vinhos

O Enoturismo está cada vez mais em voga e são muitos os turistas que procuram descobrir a região, provando os paladares líquidos que nascem das vinhas que pintam a paisagem do Douro. A Rota dos vinhos é uma opção diferente e original de conhecer a região. Saiba mais em: www.douro-turismo-pt ou em Rota do Vinho do Porto em http://www.rvp.pt, Instituto dos Vinhos do Douro e Porto em http://www.ivdp.pt, Caves de Vinho do Porto em http://www.cavesvinhodoporto.com

Turismo de Natureza

Paisagem de contrastes, turismo de natureza, ganha nova expressão quando falamos desta região. O Douro possui condições excelentes para a prática de desportos náuticos. Nas suas encostas, encontra caminhos de terra batida, ideais para a prática de BTT, passeios Todo-o-Terreno. Ou em Tarouca, no Monte de Santa Helena, local eleito pelos apaixonados do parapente.

Portugal, Douro Region, River Douro and vineyards

De fio a pavio

A região do Douro é grande, abrangente e de paisagem salpicada de todas as cores e características. Alijó, Armamar, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Lamego, Mesão Frio, Murça, Moimenta da Beira, Penedono, Peso da Régua, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, São João da Pesqueira, Sernancelhe, Tarouca, Tabuaço, Torre de Moncorvo, Vila Real e Vila Nova de Foz Côa, são os concelhos a visitar nesta região. Escolha o itinerário e parta à aventura.

Turismo gastronómico

A diversidade e riqueza da gastronomia da região, é tão vasta quanto a paisagem nela existente. Um misto de sabores da terra, envolvidos em regionalismo típicos, cheios de histórias e emoções. O pão regional da Lapa, em Sernancelhe, os enchidos caseiros, o cabrito assado em antigos fornos a lenha, orgulho de Armamar, mas também da restante região. Os torresmos à moda de Cinfães, os milhos da Meda, o coelho bravo com míscaros dos prados de Moimenta da Beira, o bazulaque de carnes de Tarouca e as divinais bôlas de Lamego completam a boa mesa duriense. Mas nada como experimentar nos muitos restaurantes locais.Vista do Porto (Medium)

Doce Douro

As receitas conventuais fazem da doçaria do Douro um verdadeiro tesouro da gastronomia portuguesa. Os doces de amêndoa de São João da Pesqueira, as cavacas de Resende e o bolo-rei de Tabuaço, são célebres por aquelas paragens. Passear pelo Douro é muito mais que paisagem, vinho, doces, é um passeio completo de emoções e descobertas.

Os Monumentos

Grande parte do património cultural e histórico do norte está na região do Douro. Vestígios pré-históricos, monumentos assinados pelos mouros, romanos, existe um pouco de tudo por lá. A traça dos edifícios é também ela vasta, já que regista a história em pedra desde os primórdios de Portugal.Enchidos e Fumados (Medium)

Aqui cruzam-se histórias de forais, lendas, heróis, vilões, entre solares, quintas, igrejas. São exemplos disso, a Igreja de S. Miguel de Armamar, a Igreja de Nossa Senhora da Natividade em Cinfães, a Igreja Matriz de S. João da Pesqueira, o Santuário de Nossa Senhora da Lapa em Sernancelhe, o Mosteiro de Nossa Senhora da Purificação em Moimenta da Beira, o antigo Convento de S. Pedro das Águias em Tabuaço, o Mosteiro de S. João de Tarouca e a visigótica Capela de S. Pedro de Balsemão, do século VII, em Lamego.

Comentários