Lendas de paixão

Monte da Lua, ou da serpente, Sintra é feita de lendas e poemas de pedra talhada por homens que sonharam o futuro. Uma vila de encantos, enfeitada por brumas de memórias edificada entre a serra e o mar.Sintra_vila_1

Palácio da Pena

Conhecido como Palácio da Vila, poiso real, construído no século XV e de arquitectura medieval, gótica, manuelina, renascentista e romântica. Local de mil descobertas com os seus tectos trabalhados e pintados, a sala dos pratos, os seus azulejos mudéjares e as suas duas grandes chaminés, ex-líbris da vila, foi o local escolhido, por Luís Vaz de Camões para fazer a leitura dos Lusíadas ao rei D. Sebastião. A visitar.  Mais informações em: http://www.parquesdesintra.pt/planear-a-sua-visita/horarios-e-precos/

O Castelo dos mouros

Imponente, distinto e evidente, assim se pode descrever este imponente, mas simples monumento. A sua construção remonta aos primórdios da ocupação peninsular pelos mouros, no século VIII.Sintra_-_Castelo_dos_Mouros_(1) O Castelo dos Mouros é um local privilegiado para ver o pôr-do-sol e deixar a vista perder-se entre a serra e o mar.

 

Palácio Nacional da Pena

Inserido no Parque da Pena, este palácio de construção romântica, edificado no século XIX, foi eleito como uma das 7 maravilhas de Portugal. Um palácio que o rei D. Fernando II deu de presente à sua mulher, a rainha D. Maria II. São muitas as histórias que se contam sobre este local. Que as joias da rainha estão escondidas numa das paredes do palácio.Pena_National_Palace Que a famosa janela de Neptuno guarda segredos cabalísticos e tantas outras histórias. Independentemente de tudo, o que é relevante é a beleza do espaço e toda a envolvência do local. Saiba tudo em: http://www.parquesdesintra.pt/planear-a-sua-visita

Jardins e Palácio de Monserrate

Os jardins do Palácio de Monserrate são indescritíveis, a variedade de flora ali existente, leva o visitante a viajar no tempo e no espaço. O microclima da serra permite que as cerca de 3000 espécies vivam e cresçam de uma forma única naquele jardim. Monserrate500O palácio, mandado construir por Sir Francis Cook, visconde de Monserrate, voltou agora a ter a beleza original, após anos de reconstrução. Ali esteve o escritor anglo-escocês, Lord Byron que cantou a sua beleza no “Childe Harold’s Pilgrimage”. Mais informações através do Tel.:219 237 373

Quinta da Regaleira

Se existe local que deve visitar, a Quinta da Regaleira é o indicado. Desenhado pelo arquitecto italiano Luigi Manini, esta quinta foi construída no final do século XIX, por António Augusto Carvalho Monteiro, um excêntrico milionário nascido no Brasil. Palacio-da-Regaleira1_Sintra_Set-07Um espaço de uma beleza exclusiva, com uns jardins luxuriantes que ocultam o famoso poço iniciático e outras simbologias mais alquímicas. Ideal para visitar com guia ou assistir às peças de teatro que durante o Verão se fazem nos jardins. Saiba mais em:
www.cultursintra.pt

As queijadas de Sintra

A sua origem perde-se na história e no tempo, porém conta-se que terão surgido pelas mãos de uma senhora de nome Maria Sapa. A verdade, é que não se deve ir a passeio a Sintra, sem provar uma destas delícias. Vendem-se em todos os locais de restauração, sendo que o mais popular é o das Queijadas da Sapa ou na Fábrica das Verdadeiras Queijadas de Sintra.

Praias de rochedos e sal

Mas Sintra é muito mais que monumentos, é natureza e praia. A das Maçãs, a Grande. Um pouco mais longe no concelho de Mafra e na linha de mar, as Azenhas do Mar, Ribamar, são algumas das praias que pode eleger para visitar ou ir a banhos. Tudo por aqui, serve de pretexto para passear.

Comentários