Pudim amarelo com quadrados de pão

1032
pudim amarelo com quadrados de pao
pudim amarelo com quadrados de pao
Imprimir Receita
Pudim amarelo com quadrados de pão
pudim amarelo com quadrados de pao
Votos: 0
Avaliação: 0
Você:
Classifique esta receita!
Adicionar à Lista de Compras
Esta receita está na sua Lista de Compras
Refeição Doces e Sobremesas
Grau de Dificuldade Fácil
Custo da Refeição Económico
Tempo Preparação 80 minutos
Tempo Cozedura 1 hora e 20 minutos
Doses
PESSOAS
Refeição Doces e Sobremesas
Grau de Dificuldade Fácil
Custo da Refeição Económico
Tempo Preparação 80 minutos
Tempo Cozedura 1 hora e 20 minutos
Doses
PESSOAS
pudim amarelo com quadrados de pao
Votos: 0
Avaliação: 0
Você:
Classifique esta receita!
Adicionar à Lista de Compras
Esta receita está na sua Lista de Compras
Instruções de preparação
  1. Deite metade do açúcar demerara num tacho, salpique com água e leve ao lume até ficar bem derretido e atingir o ponto de caramelo. Caramelize bem uma forma de buraco e reserve.
  2. Corte as fatias de pão em cubinhos, leve-os a torrar no forno pré-aquecido a 180ºC e deite-os para uma tigela. Num tacho, ferva o leite com o restante açúcar demerara e a essência de baunilha. Deite os ovos noutra tigela, bata bem e junte depois a mistura do leite, em fio e batendo sempre. Passe este preparado pelo passador de rede, adicione aos cubos de pão e pressione suavemente para que fiquem bem ensopados.
  3. Deite a mistura anterior para a forma e leve ao forno a 180ºC, em banho-maria, durante 1 hora. Espete um palito para verificar se está bem cozido, retire do forno, deixe arrefecer dentro do banho-maria e depois sirva decorado a gosto, na forma ou previamente desenformado.
Notas da receita

Açúcar demerara - Este açúcar tem a cor, o sabor e o aroma característicos da cana-de-açúcar, isto porque resulta de um refinamento parcial e conserva teor considerável de melaço. Apresenta-se em cristais maiores e dourados que adicionam uma textura crocante à cobertura de sobremesas como bolos, tortas e biscoitos. Também acompanha muito bem cereais, frutas e bebidas como café e chá, acentuando o seu sabor. O seu nome vem da região de Demerara, na Guiana, país da América do Sul situado entre o Brasil e a Venezuela onde começou originalmente a ser produzido.

Comentários